Água tem prazo de validade?

 Você já deve ter visto que nas garrafinhas de água tem um prazo de validade e talvez você alguma vez na vida tenha se perguntado: mas a  água tem prazo de validade? Se isso nunca aconteceu, certamente irá prestar mais atenção depois de ler este artigo!

Respondendo à pergunta que não quer calar, a água em si não tem prazo de validade, mas a garrafa tem. A água mineral, aquela que fica embaixo da terra, nos aquíferos onde é armazenada, mesmo que se passem milhões de anos, continuará boa, caso não haja nenhuma contaminação por atividades humanas, o problema pode surgir quando ela é extraída e engarrafada. 

Quando ultrapassa o prazo de validade ou mesmo quando a garrafa de água fica exposta a uma alta temperatura, pode acontecer de a toxicidade contida no material plástico passar para a água, se a garrafa em questão for plástica. Se isso ocorrer, pode afetar o sabor da água e até mesmo causar algum impacto à saúde, pois algumas garrafas possuem Bisfenol A, um composto muito utilizado para fazer plásticos de policarbonato e resinas epóxi que quando entra em contato com o corpo humano pode ser danoso ao sistema endócrino. A garrafa de vidro tem validade maior que a garrafa de plástico, pois consegue isolar por mais tempo o líquido do contato com o ar ambiente.

2 reduzida

Outro dano à água pode ser quando ela entra em contato com contaminações externas, de acordo com uma matéria publicada na revista SuperInteressante em 2011, a bioquímica e sanitarista Petra Sanchez Sanchez da Associação Brasileira das Indústrias de Água Mineral (ABINAM) diz “a água é muito suscetível a contaminações externas. Caso a garrafa esteja mal fechada, o líquido pode entrar em contato com bactérias existentes no ar e ser contaminada. É raro, mas se houver microorganismos nocivos no ambiente, a água mineral pode até causar sintomas físicos, como diarreia”. 

Prazo de validade

De acordo com a ABINAN as águas têm os seguintes prazos de validade:

- Água sem gás – Vidro: Validade – 24 meses.

- Água sem gás – PET (plástico mais brilhante e transparente): Validade – 12 meses.

- Água sem gás – Polipropileto (plástico mais opaco e de qualidade inferior): Validade – 6 meses.

- Água com gás – Vidro: Validade – 12 meses.

- Água com gás – PET (plástico mais brilhante e transparente): Validade – 6 meses.

Fique de olho, leia o rótulo, pesquise

Um estudo realizado nos Estados Unidos mostrou que a água engarrafada contém níveis excessivos de microplásticos (pequenos pedaços de resíduos de plástico com menos de cinco milímetros de tamanho). De acordo com uma pesquisa realizada pela Orb Media, 93% das 11 marcas de água engarrafada amostradas apresentaram vestígios de microplásticos. A pesquisa também mostrou que a água engarrafada continha cerca de 50% mais microplásticos do que a água da torneira (CLEAN WATER ACTION, 2020).

Em 2019 a Revista Time publicou uma matéria com Sherri Mason, autora do estudo e pesquisadora de sustentabilidade na Penn State Erie, The Behrend College, na qual ela diz que o problema da contaminação microplástica é muito maior do que a água engarrafada, pois “essas partículas de plástico estão em nosso ar, em nossa água e em nosso solo”. Um outro estudo publicado na Nature Geoscience descobriu que partículas microplásticas estavam soprando no ar das verdejantes montanhas dos Pirenéus, na França. Outro encontrou contaminação de microplásticos em águas subterrâneas dos EUA (REVISTA TIME, 2019). 

Food Dive (2019) publicou que de 130 marcas de água engarrafada testadas nos EUA, a Consumer Reports descobriu que 11 continham níveis detectáveis de arsênico, incluindo seis com 3 partes por bilhão ou mais.

Ler o rótulo para saber a origem da água, os níveis dos compostos e sempre comprar de uma marca de confiança é importante!

Curiosidade: toda água engarrafada é mineral?

Muitos de nós pensamos que toda água da garrafinha é mineral, porém isso não é verdade, existe a água mineral e a engarrafada de mesa ou água potável de mesa. A água engarrafada de mesa é a água proveniente de fontes naturais e com condições de potabilidade e muitas vezes compramos essa água e não água mineral.

A água mineral tem algumas características que a tornam especial, dentre elas características que configuram ação medicamentosa. As principais substâncias químicas encontradas na maior parte das águas minerais são: íons cálcio, magnésio, potássio, sódio, cobre, bário, antimônio, arsênio, cádmio, chumbo, manganês, mercúrio, níquel, cromo, cianeto, borato, fosfato, bicarbonatos, sulfatos, sulfetos, nitratos, cloretos e ferro. O Decreto Lei n. 7.841, de 8 de agosto de 1945, também conhecido como Código de Águas Minerais, define e dá providências sobre este recurso tão importante.

1 red

Quer saber mais sobre este assunto? Acesse a entrevista com Ana Lúcia Gesicki, geóloga e especialista em recursos minerais na Agência Nacional de Mineração. Ana Lúcia abordou temas como os requisitos para uma água ser considerada mineral, a relação entre mineração e água e a ação medicamentosa da água em algumas regiões. CLIQUE AQUI para assistir.

Água Sustentável: porque o mundo precisa de água.

Siga-nos nas redes sociais para continuar aprendendo:

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Facebook

Siga-nos no LinkedIn

Siga-nos no Twitter

Inscreva-se no YouTube

Lista de transmissão no WhatsApp  (para entrar na lista basta informar seu nome e solicitar sua participação).

Referências:

Food Dive, 2019: 

CLEAN WATER ACTION, 2020:

TIME, 2019

SUPERINTERESSANTE, 2011: 

O Instituto Água Sustentável promove o uso sustentável da água através do desenvolvimento de estudos, projetos e pesquisas e da realização de eventos científicos e educativos.
2021 © Todos os direitos reservados. Versão web 3.2.